Assistência social em plena atividade

 

 

 

 

SERVIÇO SOCIAL DA APAPE

 

“O Serviço Social da APAPE, realiza um trabalho pautado no projeto ético – político da profissão que tem como valores centrais: o reconhecimento da liberdade e da justiça social, tendo como pressupostos a democracia e a equidade.”

A Lei Orgânica da Assistência Social (LOAS) e a política da pessoa com deficiência para o município de Belo Horizonte (Lei nº 9078/19/01/2005), estabelece, como princípio normativo, a implantação de ações e serviços intersetoriais, ou seja, serviços que envolvam as políticas sociais públicas (saúde, educação, trabalho, habitação, alimentação, entre outras), voltadas para o atendimento à família.

O Serviço Social da APAPE em primeiro momento está em consonância a uma situação emergencial para amparar e prevenir situações de vulnerabilidade social. Sendo assim, o primordial para o serviço social da APAPE é garantir e/ou melhorar o ambiente familiar do deficiente intelectual e autista adultos, promover a sua socialização, incluí-lo, quando possível, em todas as políticas públicas, melhorar a situação de vida a nível social, de saúde e de convivência dentro da associação, procurando sempre respeitar os seus limites e seus gostos pessoais e principalmente fazer valer os seus direitos bem como de sua família.

 

 

 

 

FUNÇÕES SERVIÇO SOCIAL DA APAPE

 

·         Realizar estudo de cãs de todos os deficientes intelectuais e autistas adultos, conveniados com a PBH;

·         Realizar estudo social e parecer social dos usuários e dos que queiram ingressar na instituição, verificando se enquadram nos critérios exigidos;

·         Encaminhamentos as políticas públicas como: assistência social, educação, saúde, esporte, lazer e outras;

·         Realizar visitas domiciliares, institucionais e escolas quando necessário;

·         Realizar atendimento familiar, seja, casal, grupo familiar, individual;

·         Realizar reuniões de equipe para estudo de caso;

·         Realizar parcerias para que se amplie a rede de atendimento dos residentes;

·         Realizar grupo de pais, irmãos;

·         Realizar em conjunto com demais profissionais da associação eventos de lazer, cultura para que haja socialização dos residentes;

·         Elaborar projetos sociais para captação de recursos financeiros e outros para a associação;

·         Realizar avaliação sistemática de acordo com o caso, por parte do técnico e dos demais profissionais envolvidos no cuidado;

·         Promover contato entre os residentes e familiares através de visitas sistemáticas, comemorações de datas festivas, oficinas e outras quando viável;

·         Avaliar perspectivas de reintegração familiar quando necessário.

 

 

 

 
Parceiros

        Clique no logotipo e veja mais sobre nossos amigos.

                                       

                          logo_larimoveis